Porque cada Hacker deve Conhecer e Saber como usar o Linux

Porque cada Hacker deve Conhecer e Saber como usar o Linux

Para aqueles que estão presos ao Windows, aqui está o porquê você deve fazer a transição para o Linux.

Linux é um Sistema Operacional Aberto (Open Source)

Diferentemente do Windows, o Linux é aberto. O que isso significa é que o código-fonte do sistema operacional está disponível para nós. Como tal, podemos mudar e manipulá-lo como quisermos. Se você está tentando fazer um sistema operar de maneiras que não foi pretendido, ser capaz de manipular o código fonte é essencial.

 

Linux é transparente

Para hackear eficazmente, você deve conhecer e entender seu sistema operacional e, em grande parte, o sistema operacional que você está atacando. Linux é totalmente transparente, o que significa que podemos ver e manipular todas as suas peças funcionais.

Não é assim com o Windows. A Microsoft tenta tornar difícil ou impossível saber o funcionamento interno de seus sistemas operacionais. Como resultado, ao trabalhar com o Windows você está trabalhando com “sombras” do que você acha que está acontecendo sob o capô, enquanto que no Linux você tem um “holofote” brilhando diretamente em cada componente do sistema operacional. Isso torna o trabalho com o Linux mais eficiente e eficaz.

 

Linux oferece controle microscópico

Linux é granular. Isso significa que temos uma quantidade quase infinita de controle sobre o sistema. No Windows, você só pode controlar o que a Microsoft permite que você controle. No Linux, tudo pode ser controlado pelo terminal no mais minúsculo ao nível mais maiúsculo. Além disso, o Linux faz o script em qualquer uma das linguagens de script simples e efetivamente.

 

A maioria das ferramentas são escritas para Linux

Mais de 90% de todas as ferramentas de hacking são escritas para Linux. Claro, existem exceções como Caim e Abel e Havij, mas essas exceções simplesmente enfatizam a regra. Mesmo quando ferramentas de hacking como Metasploit ou nmap são portadas para Windows, nem todas as capacidades são transferidas do Linux.

 

O futuro pertence ao Linux/UNIX

Isso pode parecer uma declaração radical, mas acredito firmemente que o futuro pertence ao Linux/Unix. A Microsoft teve seu dia nos anos 80 e 90, mas seu crescimento está desacelerando e estagnando.

Desde o início da Internet, o Linux/UNIX tem sido o sistema operacional escolhido pelos servidores web por sua estabilidade, confiabilidade e robustez. Ainda hoje, o Linux/UNIX domina o mundo dos servidores web com mais de dois terços do mercado. Sistemas embutidos em roteadores, switches e outros dispositivos estão quase sempre usando um kernel Linux e o mundo da virtualização é dominado pelo Linux, com VMWare e Citrix construídos no kernel do Linux.

Se você acredita que o futuro da computação está em dispositivos móveis, como tablets e telefones (seria difícil argumentar o contrário), então mais de 80% dos dispositivos móveis estão executando UNIX ou Linux (iOS é UNIX e Android é Linux). Microsoft Windows em dispositivos móveis têm apenas 7% deste mercado.

Hackear não é para os não iniciados. Hackear é uma profissão de elite entre o campo de TI. Como tal, requer uma compreensão ampla e detalhada dos conceitos e tecnologias. No nível mais fundamental, o Linux é uma exigência. Eu sugiro fortemente que você invista o seu tempo e energia em usá-lo e entendê-lo, se você quiser ser um hacker ou cursar segurança da informação.

Fonte: Wonderhowto

Share

Graduando em Engenharia da Computação, sou Entusiasta e Apaixonado pela
Tecnologia e (in)Segurança da Informação.