fbpx

Este site usa cookies e tecnologias afins que nos ajudam a oferecer uma melhor experiência. Ao clicar no botão "Aceitar" ou continuar sua navegação você concorda com o uso de cookies.

Aceitar

Tecnologia da Informação

Ethernet vs. Jogos com Wi-Fi: qual é a melhor escolha?

Jader Rodrigues
Escrito por Jader Rodrigues em 29 de novembro de 2021
3 min de leitura
Ethernet vs. Jogos com Wi-Fi: qual é a melhor escolha?
Junte-se a mais de 10.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

A luta sem fim para conseguir um ping mais baixo continua.

Se você é um jogador que joga jogos multijogador com frequência, com certeza encontrará problemas de rede durante o jogo. Escolher entre jogar em uma conexão Ethernet (conexão com fio) ou Wi-Fi (sem fio) é uma luta comum para os jogadores. Se fosse há uma década, a escolha seria óbvia, mas o problema de jogos Ethernet vs. Wi-Fi é grave agora.

Dependendo do tipo de jogo que você joga, a importância da latência varia. Se você estiver jogando jogos FPS ou Battle Royale, precisará do mínimo de latência possível. Existem muitas variáveis ​​na equação e escolher a correta depende de você.

Ethernet x Wi-Fi: principais diferenças

A principal diferença entre os jogos Ethernet e Wi-Fi é que um requer uma conexão com o roteador. Uma conexão com fio torna sua configuração de jogo menos portátil, mas é igualmente produtiva, por outro lado.

Em cenários modernos, a maioria das pessoas prefere conveniência. As conexões Wi-Fi são voláteis. É perfeito ou está sempre com problemas. Além disso, um erro comum que a maioria dos usuários comete é presumir que ter altas velocidades significa ter uma experiência de jogo estável. Embora os jogos exijam uma conexão com a Internet com velocidade constante, uma conexão de alta velocidade com a Internet não é tudo de que você precisa.

Além das velocidades de download e upload, latência, ping e jitter são algumas variáveis ​​importantes durante o jogo. Normalmente, a maioria dos jogadores tende a ter problemas relacionados a ping ou latência ao jogar por Wi-Fi.

Desempenho e confiabilidade

Os padrões de Wi-Fi melhoraram significativamente nos últimos anos. Com a introdução do padrão sem fio 802.11ac, as conexões sem fio se tornaram mais confiáveis. Os consoles portáteis como o Nintendo Switch são somente wireless, o que significa que você não pode jogar no Switch pela Ethernet.

No entanto, ainda existem alguns problemas com o Wi-Fi com os quais os jogadores precisam lidar. A maioria dos jogadores usa modems ou roteadores fornecidos por seus ISP (Provedores de Serviços de Internet). Esses roteadores contêm um recurso QoS ou Quality of Service, que prioriza o tráfego automaticamente. Portanto, um roteador genérico pode não dar ao seu jogo a precedência mais alta, resultando em uma conexão ruim.

Os roteadores de jogos priorizam jogos e aplicativos sensíveis à latência, resultando em melhor desempenho. No entanto, eles fazem um grande buraco em seus bolsos.

Paredes, portas e outras interferências são inimigas de um jogador que joga por Wi-Fi. Qualquer interferência em uma conexão sem fio pode resultar em uma conexão instável. Para colocar uma cereja no topo, também existem problemas de largura de banda. Se você tiver um roteador genérico e vários dispositivos conectados ao Wi-Fi, poderá ter um desempenho ruim durante os jogos online.

Acima de tudo, se você deseja estar fisicamente conectado ao roteador o tempo todo, a ethernet é a maneira ideal de jogar online. Você obterá latência, ping e velocidades constantes perfeitos o tempo todo. A Ethernet oferece significativamente menos problemas de confiabilidade quando comparada ao Wi-Fi.

Conclusão

Então, o que você deve escolher na batalha de jogos Ethernet vs. Wi-Fi? Olhando para as diferenças, concessões e problemas de desempenho, a ethernet leva a melhor. Porém, esta é apenas a parte técnica. No final das contas, depende do tipo de jogo que você joga e do quanto a conveniência é importante para você. Se você está apenas jogando Minecraft no Wi-Fi, não há realmente um problema, certo? Você é quem faz a escolha final.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *