fbpx

Este site usa cookies e tecnologias afins que nos ajudam a oferecer uma melhor experiência. Ao clicar no botão "Aceitar" ou continuar sua navegação você concorda com o uso de cookies.

Aceitar
Os riscos de segurança cibernética de trabalhar em casa

Segurança da Informação

Os riscos de segurança cibernética de trabalhar em casa

Jader Rodrigues
Escrito por Jader Rodrigues em 22 de junho de 2021
Junte-se a mais de 10.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Em tempos modernos, é muito comum ver pessoas prestando serviços para empresas ou comandando seus próprios negócios direto da sua casa. E aqueles não familiarizados,  a pandemia acabou forçando o contato.  

Essa realidade, porém, não colocou limites entre vida pessoal e profissional, visto que os lares se tornaram as nossas estações de trabalho, nos levando ainda mais a adotar novas condutas. É difícil de acreditar, mas os riscos de segurança cibernética de trabalhar em casa estão se tornando muito mais graves do que o esperado.

Ao trabalhar em casa, há uma grande chance de funcionários remotos colocarem em jogo pedaços valiosos de informações, sem saber, enquanto realizam suas tarefas por meio de ISPs domésticos não confiáveis ​​com modems e periféricos irrestritos. Mesmo as reuniões do Zoom representam dezenas de riscos de segurança e privacidade.

Listamos abaixo alguns dos riscos que trabalhar em casa pode representar, bem como truques para ajudar a evitar esses problemas. Confira: 

Tentativas de Phishing 

Um ataque de phishing ocorre quando você, sem saber, acaba fornecendo suas informações pessoais a hackers e cibercriminosos que agem como se fossem legítimos, mas não são. Por exemplo, um e-mail de banco com aparência legítima pede que você insira os detalhes de sua conta, que são enviados a uma fonte não autorizada.

Na época do Covid, milhares de empresas foram forçadas a mudar repentina e temporariamente seus sistemas para o trabalho remoto, fazendo com que os funcionários ficassem confusos ao se conformar com o mecanismo online sem comprometer a segurança.

O treinamento de funcionários remotos sobre como detectar e-mails fraudulentos ou evitar o recebimento de um são de longe as medidas mais significativas para reduzir o risco representado pelo phishing. Para incorporar todos os funcionários à bolha de segurança cibernética da sua empresa, sugerimos que você treine todos os seus funcionários.

Senhas fracas

Mesmo que você tenha equipado sua rede remota com firewalls poderosos, VPNs ou outro software de segurança cibernética, a negligência humana pode entrar em jogo quando os funcionários protegem suas contas com senhas fracas. 

Para os hackers, explorar os erros humanos é muito mais fácil do que violar sistemas de segurança sofisticados, e é por isso que eles tentam invadir contas para acessar as informações confidenciais da empresa.

Esses cibercriminosos farão uso de várias técnicas para quebrar a senha de alguém. Por exemplo, eles escreverão um código especialmente projetado que tenta continuamente inserir uma senha reorganizando o código em diferentes formas. Outra maneira é usar uma lista pré-compilada de possíveis senhas. 

Regulando os usuários com políticas de senha rígidas, as empresas podem ajudar a promover um senso de responsabilidade individual entre todos os seus funcionários. Além disso, evitar de usar suas informações comuns como senha, como aniversário, apelido ou nome de animal de estimação, é outra etapa vital para fortalecer seus bloqueios. 

Compartilhamento indefeso de arquivos

Todo mundo pensa em criptografar os dados armazenados em seus sistemas. No entanto, o que as pessoas não percebem é a importância de proteger os dados enquanto eles são transferidos de um local para outro. 

Imagine se as toneladas de informações confidenciais, credenciais de contas, informações de contas de clientes e muito mais que são transferidas regularmente de seu sistema para outro local sejam interceptadas em seu caminho por hackers? 

Se você tem medo de pensar nas consequências, é melhor começar a proteger a transferência de arquivos o mais rápido possível. Certifique-se de criptografar todos os arquivos que contenham pedaços valiosos de dados antes de serem transmitidos por telefone ou e-mail. 

Você pode obter ajuda de várias plataformas de criptografia de e-mail ou usar melhor o Outlook, que fornece ao usuário um recurso exclusivo para converter texto simples em texto cifrado, que mais tarde pode ser decifrado, mas apenas pelo destinatário.

Wi-Fi doméstico

Proteger os laptops dos seus funcionários remotos é sem dúvida essencial, mas o que é ainda mais crucial é considerar a quantidade de risco representada pelas redes Wi-Fi domésticas nas quais seus funcionários estão operando. 

Por exemplo, embora muitos estejam cientes da importância de atualizar os dispositivos regularmente, a atualização dos modems domésticos geralmente é ignorada.

Assim como os computadores, os roteadores que não são atualizados o mais cedo possível não terão suas vulnerabilidades de segurança corrigidas. Eventualmente, representando uma ameaça maior à segurança cibernética do que os laptops não protegidos. Portanto, é recomendável verificar as atualizações do roteador regularmente, bem como habilitar seu recurso de criptografia embutido, se houver. Agora que você conhece todos os riscos de segurança cibernética de trabalhar em casa, garantir a capacidade de sua organização de se defender de tentativas de hackers e de impedir violações de dados é a necessidade mais importante do momento.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *