Skip links

O que as empresas precisam saber a respeito do Machine Learning

Já pensou que um único recurso da tecnologia possa ter a capacidade de agilizar e otimizar a execução de tarefas da sua empresa? O Machine Learning (ML), recurso da ciência da computação, é capaz de desenvolver dispositivos com o objetivo de facilitar todo este processo do dia-a-dia das corporações. 

Segundo o estudo The State of System of Agreement, divulgada pela DocuSign, 69% das empresas enxergam a tecnologia como fonte de aumento da produtividade dos colaboradores e 68% delas como forma de aumentar a agilidades dos seus negócios. 

A partir deste cenário, recursos tecnológicos como o ML, acabam se tornando grandes investimentos das companhias. Mas antes de investir, é preciso entender o que de fato a ferramenta faz e sua capacidade. Pensando nisso, separamos os principais pontos sobre o que as empresas precisam saber a respeito do Machine Learning. 

Afinal, o que é a ferramenta? 

Assim como a internet das coisas, o machine learning é um ramo da inteligência artificial que vem ganhando destaque nos últimos anos. Este recurso parte do princípio de que as máquinas podem aprender sozinhas quando têm acesso a grandes volumes de dados. 

Simplificando, podemos dizer que os dispositivos são capazes de detectar padrões e conectar informações, utilizando por exemplo, o Big Data e algoritmos de alta sofisticação fazendo com que as máquinas executam as tarefas sozinhas.

Como funciona?

O papel dos algoritmos nas máquinas são de realizar análises estatísticas nos dados recebidos, gerando respostas e previsões delicadas. Neste ponto, fazendo com que os programas e aplicações se tornam mais inteligentes pelas predições.

Apesar das funções precisas que os programas adquirem com o uso da tecnologia, o diferente do aprendizado de máquina é que os softwares não precisam ser programados frequentemente para que aprendam.

Quais são as vantagens do machine learning?

Aumento da produtividade

O recurso pode substituir e automatizar vários dos processos internos que até pouco tempo atrás só poderiam ser desempenhados por seres humanos, ganhando velocidade e menos chances de eventuais erros. 

Você ainda evita que sua equipe perca tempo com atividades que podem ser automatizadas, liberando os colaboradores para tarefas estratégicas. Ou seja, a produtividade cresce sem a necessidade de incrementar o quadro de funcionários

Aprendizado com os dados

O machine learning tem a capacidade de analisar altos volumes de dados complexos. Com o auxílio dessa tecnologia, por exemplo, é possível criar algoritmos eficazes que possam fazer previsões de cenário livres dos erros provocados por fator humano.

Assim podendo criar um planejamento estratégico para utilizar as novas tecnologias para prever o sucesso do lançamento de produtos ou demandas do semestre com base no histórico de vendas analisado, 

Redução de custos

Além de elevar a produtividade da companhia, este recurso facilita a substituição de serviços prestados por fornecedores por soluções mais práticas. É possível citar o uso dos sistemas de machine learning que leem cláusulas contratuais e traduzem os termos  jurídicos podendo identificar itens faltantes no contrato ou cláusulas equivocadas, como alguma taxa que não estava acordada. 

Assim, a empresa pode dispensar a contratação de um advogado, que teria a função de ler o documento, apenas.

Participe do RootDay – Web Conference, o maior evento online de Tecnologia da Informação do Brasil e fique por dentro de assuntos como Segurança da Informação, Proteção de Dados e LGPD em palestras de conteúdos exclusivos com os melhores especialistas do mercado.

Precisa de ajuda?